18 de abril de 2017

A teoria U, de Otto Scharmer

Olá gestores,

Muitas organizações, enfrentam dificuldades para conseguir as mudanças que desejam, seja devido à complexidade e dinâmica das várias situações à que estão sujeitas, ou seja às diferentes pessoas envolvidas ou mesmo à falta de soluções passadas que possam ser reproduzidas.

A teoria U desenvolvida ao longo de quase 15 anos por Otto Scharmer, Adam Kahane, Peter Senge e Joseph Jaworski, é um conjunto de teorias, ferramentas, metodologias e práticas que podem auxiliar as organizações e seus líderes a enfrentarem os problemas atuais, não apenas intelectualmente, mas através de ações e soluções que gerem também a inovação.

Otto Scharmer

Ela vem sendo utilizada em projetos de diferentes proporções: alguns envolvem apenas uma organização, outros envolvem toda a cadeia produtiva, enquanto outros envolvem todo um país. As mudanças nestes projetos foram obtidas através de processos da teoria U que possibilitam um grupo de pessoas a reconhecer as causas dos problemas atuais e como gerar soluções inovadoras para resolvê-los.

A teoria U é uma “maneira de desenhar e conduzir profundos processos de aprendizado coletivo”. O processo em U é dividido em três fases, as duas primeiras são sentir e presenciar, e a última engloba a criação de protótipos e atuação em uma única etapa chamada de realizar.


Estas etapas possuem as seguintes características:

1 - Sentir: questionar profundamente seus modelos mentais, vendo a realidade que está além do próprio filtro;

2 - Presenciar: mover-se dali para um processo profundo de se conectar com uma visão e um propósito, individual e coletivamente;

3 - Realizar: e então elaborar rapidamente um protótipo para traduzir essas visões em modelos de trabalho concretos, dos quais se possa receber feedback e fazer novos ajustes.

O significado do U está relacionado ao processo de mudança e seu formato se deve ao fato de que ao percorrer e descer o lado direito o indivíduo experimenta um caminho para compreender seus modelos mentais e como eles se relacionam com a realidade na qual está inserido.

O fundo do U é um local para reflexão, o indivíduo já tem um maior conhecimento sobre si e do ambiente, e agora tem a possibilidade de compreender a realidade atual e iniciar um processo de inovação, que é a subida do U, nessa etapa, todas as novas ideias são colocadas em práticas o que não significa o fim, já que o processo pode iniciar novamente ou etapas serem revistas se necessário.


A teoria U pode auxiliar líderes a melhorarem sua capacidade de compreender e ajudar além de gerar habilidades para lidar com diferentes desafios. Para isso o líder deve ser capaz de suspender suas formas habituais de ver, ou seja, ele não pode buscar apenas em sua experiência ou conhecimento informações para auxiliar os outros ele precisa ir além do que já sabe e começar a buscar informações que ainda não detém, deve usar a escuta empática e além disso, ele deve ser capaz de criar espaços de aprendizagem e inovação, nos quais ele e um subordinado, ou um grupo, possam co-criar novas soluções.

Um abraço a todos e sucesso

Nenhum comentário: