10 de maio de 2014

O despertar para uma Cultura Empreendedora!


Bom dia Gestores!

Já diz um dito popular algo mais ou menos assim: "Aquilo que não te mata, lhe fortalece!"; e antes que os "catedráticos" de plantão venham a se esvair em críticas, a fonte da frase pertence à Nietzsche (ou lhe fora atribuída..risos!), o estado contemplativo do conhecimento é livre e não deve ser tolhido pela mesquinhez de que um artigo, ou algo de real valor não se deva valer de ações deste tipo, a sabedoria popular, mas como bem diz o nobre Prof. Luciano "a riqueza da filosofia está no mundo e não enclausurada no "mofo" dos pergaminhos!" (ou algo parecido com isso...Bem vindo parceiro!).


Alguns podem se perguntar o porquê deste começo de postagem mais ácido e até diria melancólico; algo fácil de justificar, pois se há ausência de ficar distante das postagens ultimamente têm me coberto de culpas e aflições, por deixar de fazer algo que "amo demais" em função dos novos desafios e projetos; a oportunidade de conviver com problemas e possibilidades distintas, sonhos e peculiaridades que muitas vezes parecem ter saído de um filme de superação de grandes cases de sucesso; outros nem tanto (talvez não com o mesmo glamour ou riqueza), entretanto com o mesmo "brilho no olho", que só os empreendedores de sucesso possuem quando percebem que conseguiram alcançar o foco inicial de seus objetivos; tudo isso me faz refletir e agradecer por saber que o despertar de uma "Cultura Empreendedora" mais madura e consistente começa a ser rabiscada, ou melhor, "prototipada", para fomentar este tão sonhado desenvolvimento de alto impacto.

Participei recentemente de alguns eventos e tive contato com diferentes públicos; abordando praticamente o mesmo tema ou sua aplicabilidade, ou seja, a escolha do Empreender como sua opção real de carreira, seja esta opção em suas atuais bases organizacionais ou na construção de sua própria organização, desde que sejam enraizados estes princípios e valores, que verdadeiramente, se não podem garantir o êxito e plenitude deste empreendimento, seguramente pode tornar esta jornada mais enriquecedora no sentido de aprendizado e fortalecimento deste novo ecossistema em que vivemos, e sem sombra de dúvidas trazer os benefícios para um sociedade mais colaborativa e madura.
 
A troca de informação é rica, às pessoas querem fazer as coisas acontecerem (em todos os sentidos); alguns até fazem a sua maneira, sem a tão famosa "receita de bolo” (que diga de passagem não existe!), ou até mesmo caem no velho "fazejamento", aliás, não estou aqui para suscitar a importância do planejamento em nossas vidas como um todo, afinal reiterando não quero bloquear este momento com a relevância que o tema exige, apenas gostaria de compartilhar esta "fome" que ando vendo nas pessoas em busca do "NOVO" do “Sonho Grande”, esta gana em querer romper a caixa e correr atrás de algo que muitas vezes lhe foi "roubado", seja pela falta de coragem dos outros que lhe imputaram este estigma, ou pela zona de conforto que o ser humano adora se enclausurar em nome da boa e velha segurança e longevidade da espécie.

Como uma lembrança deste momento, trago um vídeo, que foi trazido por uma pessoa muito querida, para ser partilhado e inclusive utilizamos em algumas de nossas ações, mas confesso que desde o momento que assisti a este vídeo, e até hoje quando vejo a reação das pessoas, isso me enche de mais gana e coragem em querer construir uma sociedade mais forte e realizadora por meio de uma Cultura Empreendedora plena e contínua.
Sucesso a todos!



Nenhum comentário: