15 de agosto de 2013

A boa e velha Kombi vai se aposentar.

Bom dia gestores,

A Volkswagen confirmou o fim de um de seus veículos mais emblemáticos: a van Kombi deixa de ser produzida até o fim de 2013, 64 anos após o primeiro modelo ter sido apresentado, na Alemanha.

Para quem trabalhou com distribuição física sabe o quanto esse veículo “quebrava galhos” nas entregas urgentes, não lembro de quantas vezes fui salvo pela velha e boa Kombi, kkkk.

Para marcar o fim da fabricação no Brasil, último país a ter uma linha de montagem ativa do utilitário, a VW lança a série especial Last Edition.


Serão 600 unidades numeradas, que terão placa de identificação. Cada uma custará R$ 85 mil, quase o dobro do cobrado por um modelo convencional de passageiros (R$ 48,6 mil).

Seus principais diferenciais são a pintura bicolor (azul e branca) estilo "saia e blusa", os bancos de vinil que repetem os tons da carroceria e as lanternas transparentes.



A Kombi sai de linha após 56 anos de produção ininterrupta no Brasil. Seu projeto antigo inviabiliza a instalação de airbag duplo, item que será obrigatório em todos os carros novos comercializados no país a partir de 2014.

De acordo com a VW, foi comercializado cerca de 1,5 milhão de unidades do furgão no Brasil. A simplicidade construtiva e o baixo custo de manutenção são as principais qualidades do modelo.



Nem a chegada de vans chinesas de preço mais baixo atrapalharam as vendas da Kombi. Nos sete primeiros meses de 2013, ela teve 13.212 emplacamentos registrados cerca de 85% para frotistas.


A VW ainda não revelou qual modelo substituirá a Kombi no Brasil. A Folha apurou que algumas versões de vans europeias estão sendo avaliadas, como o furgão T5 e o monovolume Caddy. Há também a possibilidade de um modelo inédito ser apresentado em 2014.

Sucesso a todos,

Nenhum comentário: