17 de julho de 2013

Porto de Santos bate recorde de movimentação novamente.

Boa tarde gestores,

O Porto de Santos atingiu no primeiro semestre de 2013 o maior movimento para o período já registrado, totalizando 53,7 milhões de toneladas, ficando 14,3% acima do apurado nos seis primeiros meses do ano passado (47,0 milhões t).

O incremento de 20,2% verificado nas cargas de exportação (37,9 milhões t) contribuiu, significativamente, para esse resultado.

As mercadorias de importação (15,8 milhões t) cresceram 2,3% em relação a 2012. Todos os totais mensais registrados no primeiro semestre foram recordes entre seus respectivos meses.

A carga em conteineres continua apontando crescimento, atingindo no semestre 6,3%, chegando a 1,6 milhão TEUs, também recorde para o período.

Os destaques entre as cargas de exportação ficaram com o açúcar (8,2 milhões t), commodity agrícola que mais se destacou, crescendo a níveis acima de 60% em relação ao apurado nesse período, em 2012 (5,1 milhões t); o complexo soja (grão + farelo), que  atingiu 12,0 milhões t, 7,3% acima do ano passado; o milho (1,6 milhão t), apresentando aumento de 396,5% em relação ao período anterior (323,1 mil t), e o álcool (891,6 mil t), crescimento de 92,1% sobre o primeiro semestre de 2012 (464,0 mil t).

Entre as cargas de importação ganha relevância o crescimento de 51,5% apresentado pelo minério de ferro (892,3 mil t), em relação ao mesmo período do ano passado (589,0 mil t).

Apesar do significativo aumento na movimentação de cargas, o número de navios que aportaram em Santos diminuiu 6,3% em relação ao mesmo período de 2012, sinal que já funcionando a estratégia da profundidade no canal do porto santista.



O valor das cargas de exportação embarcadas em Santos no primeiro semestre deste ano totalizou US$ 30,6 bilhões, contra US$ 29,9 bilhões apurados no mesmo período de 2012. Já as importações chegaram a US$ 28,9 bilhões, valor superior ao do primeiro semestre do ano passado (US$ 27,2 bilhões). Os dois fluxos totalizaram US$ 59,5 bilhões, 25,6% da Balança

Comercial Brasileira.  O desempenho nacional, incluindo todos os modais de transportes, totalizou US$ 231,9 bilhões, contra US$ 227,3 bilhões em 2012.

Sucesso a todos,

Nenhum comentário: